Longevidade Saudável - Dr. Thiago Pereira

Atuações

Longevidade Saudável

Imagem Logo

A juventude não é eterna nem a ciência descobriu a fonte do rejuvenescimento. Envelhecer é inevitável, mas com os avanços da Medicina já é possível retardar a velhice e manter os indivíduos saudáveis na terceira idade sem a manifestação de doenças degenerativas. Graças ao conhecimento do corpo humano, hoje vive-se mais e com muito mais saúde.

Estudos indicam que 30% dos que têm 100 anos ou mais chegam a essa idade com suas funções físicas e mentais praticamente preservadas, enquanto boa parte da população começa a definhar antes dos 80. Calcula-se que apenas um terço desse sucesso possa ser atribuído a uma predisposição genética. Isso significa que os 70% restantes dependem do estilo de vida. Portanto, para chegar aos 100 é preciso manter hábitos saudáveis desde a juventude.

Imagem Logo Imagem Longevidade Saudável Imagem Logo

Apesar da evolução No Brasil, as pessoas com mais de 60 anos poderão ultrapassar a casa dos 30 milhões nas próximas duas décadas. Essa tendência, evidentemente, tem a ver com o aumento da longevidade saudável.

Mas por que algumas pessoas na faixa dos 60 anos podem aparentar e se sentir com 45 e outras com 40 apresentam sinais e problemas como se tivessem mais de 65?

A ciência tem comprovado todos os dias que é possível retardar a idade biológica por meio da escolha de um estilo de vida mais saudável, com a prática regular de exercícios físicos, distanciamento do fumo, alimentação balanceada, auto-estima elevada, vida social e relacionamentos gratificantes. Hoje se sabe que quanto menor o stress, mais se vive e há meios para tentar diminuí-lo como yoga, meditação, ginástica, gargalhadas, entre outros.

Apesar do aumento da expectativa de vida da população brasileira, um estudo desenvolvido pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP aponta que os idosos estão vivendo com menor qualidade de vida, já que convivem mais tempo com doenças crônicas típicas da faixa de idade. Muito mais que procurar doenças, a medicina integrativa oferece uma avaliação integral a fim de otimizar os processos biológicos para prevenir o aparecimento das doenças e ajudar o paciente a se sentir com disposição e vitalidade.

Imagem Logo

Dr. Thiago Silveira Pereira Medicina e vida saudável CRM-SC 15061

Realizou o Curso Introdução à Medicina Funcional e Introdução à Nutrição Funcional pelo The Institute for Functional Medicine (IFM); além dos cursos do Kresser Institute e Lifestyle Prescriptions University (EUA);

Realizou pela Harvard Medical School o curso Lifestyle Medicine: Nutrição e Síndrome Metabólica;

Pós-graduou-se em Bases da Saúde Integrativa e Bem-Estar pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein;

E ainda o Curso Anual Prático Ambulatorial de Medicina Funcional e Prática Ortomo-lecular com o Dr. Artur Lemos (referência nacional na área) no Rio de Janeiro.

WhatsApp
Enviar